História do Pilates

Joseph Pilates, nasceu em 1883, em MÖNCHENGLADBACH, uma cidadezinha próxima a Dusseldorf – Alemanha, filho de pai ginasta e mãe naturopata. Foi uma criança doente. Sofria de asma, febre reumática, raquitismo e sofreu “bullying”. Através de exercícios respiratórios e atividades físicas, aos 14 anos, superou suas desvantagens físicas, servindo então de modelo para gráficos e tabelas de crescimento e desenvolvimento da época. Sua experiência foi longa e vasta, na própria Alemanha e na Inglaterra, onde foi preso, na época da 1a Guerra Mundial.

Joseph inventou exercícios de resistência com as molas das macas dos soldados acamados para reabilitá-los. Surgiu aí a ideia para a criação dos aparelhos Reformer e Cadillac.

Através de diversas experiências com ginástica, musculação, práticas circenses, yoga, artes marciais, técnicas respiratórias, treinamento em defesa pessoal, observação de movimentos naturais dos animais, Joseph desenvolveu um método que denominou de Contrologia- A Arte de Controlar.

A Contrologia é baseada em princípios físicos e filosóficos como: concentração, equilíbrio, respiração e “powerhouse”, entre outros. Segundo Joseph, a Contrologia é a completa coordenação entre corpo, mente e espírito. “Corrige postura, restaura a vitalidade física, revigora a mente e eleva o espírito” (Joseph Pilates).

Na década de 20, Joseph emigrou para os Estados Unidos e, na viagem de navio, conheceu a enfermeira Clara, sua esposa, com quem fundou em Nova Iorque, um estúdio, no qual implantou o seu método, que ficou conhecido no mundo inteiro como Método Pilates, reconhecido por seus inúmeros benefícios a qualquer pessoa que o pratique, independente de gênero e idade.

 

Vídeo: Uma história animada de Pilates

Link: Aqui