Fisioterapia Pélvica

Atua na prevenção e tratamento conservador (não cirúrgico) dos distúrbios funcionais da região pélvica, responsável pelas funções urinárias, fecal e sexual, além de parte da função obstétrica. Das disfunções que ocorrem nesta região temos em destaque as disfunções da estática pélvica – como os prolapsos genitais (queda ou exteriorização de um órgão), as disfunções anorretais, urinárias, algias pélvicas, além das disfunções sexuais diversas.

Distúrbios da Região Pélvica

Atualmente, a mulher inclui na sua rotina a realização de atividades de alto impacto como pesos, academias e jornadas de trabalho, sobrecarregando-as fisicamente. Isso pode ocasionar problemas no assoalho pélvico a exemplo da incontinência urinária e do prolapso genital – queda ou exteriorização de um órgão. Outros problemas também estão ligados ao assoalho pélvico, como as disfunções sexuais: dor na relação sexual, dificuldade de penetração, dificuldade no orgasmo entre outras.

O Studio D oferece atendimento profissional e humanizado em um ambiente confortável, tranquilo e totalmente preparado para estabelecermos uma relação ética de confiança e respeito junto aos pacientes com o objetivo de resultados positivos no tratamento.

Incontinência Urinária de Esforço

Mulheres que perdem urina ao realizar esforços, como tossir, espirrar, pular,  podem se beneficiar do tratamento fisioterapêutico, não precisando, em muitos casos, realizar cirurgias ginecológicas.

Incontinência Urinária de Urgência

As mulheres que têm um desejo urgente de urinar, que podem perder urina com esta urgência, também podem ser tratadas com a fisioterapia, que apresenta altas taxas de cura e melhora destes sintomas.

Disfunções Sexuais

Mulheres que têm dificuldade em alcançar o orgasmo, dor nas relações sexuais ou que têm espasmos na região vaginal a ponto de não ter relação sexual com penetração, podem se beneficiar do tratamento fisioterapêutico.

Prolapso de órgãos

Mulheres que apresentam a descida de órgãos pélvicos, como a bexiga e o útero, a fisioterapia pélvica pode ser realizada tanto para previnir estes prolapsos, como para evitar o avanço deles, melhorando a sensação de peso vaginal. A depender do grau de descida, a cirurgia não é indicada e o tratamento conservador com a fisioterapia pélvica é o que apresenta melhores resultados.

Fale com uma Especialista

Preencha os dados para que uma de nossas especialistas entre em contato, tire dúvidas e apresente como o Studio D pode proporcionar mais saúde e bem estar no seu dia-a-dia.

Seu nome

Seu e-mail

Telefone