Pilates para Idoso

Contribui para o controle de doenças que acometem as pessoas na terceira idade, como hipertensão, diabetes e outras. São trabalhados pelas técnicas do Pilates, as articulações, a circulação sanguínea, o equilíbrio e o fortalecimento muscular, proporcionando melhor qualidade de vida.

O método

Os exercícios do Pilates possibilitam a diminuição da rigidez dos músculos e articulações dos idosos. Propicia o alívio de dores lombares, melhora o equilíbrio e a flexibilidade, aumenta a auto-estima, permitindo envelhecer com saúde e de forma ativa.

Fortalecimento

  • Aumenta a força física e o controle muscular;
  • Fortalece o assoalho pélvico, prevenindo as incontinências;
  • Proporciona maior mobilidade das articulações;

Adaptação

Prepara o idoso para superar dificuldades ou limitações inerentes a idade avançada, prevenindo quedas e suas complicações.

Respiração

Melhora a capacidade respiratória e ativa o sistema circulatório.

Contrologia

Controle entre corpo, mente e espírito.

Respiração

Respirações lentas e profundas, expirando no momento de maior força do exercício.

Equilíbrio e simetria

Alinhamento entre ombros, quadril, joelhos e pés. Cabeça alinhada com a coluna, mantendo cervical e lombar neutras.

Repetição

Até dez repetições preconizando qualidade e não quantidade.

Movimento Fluído

Movimentos harmônicos próximos ao fisiológico.

Powerhouse

Centro de força com importante ação do transverso abdominal.

Concentração

Foco na prática dos princípios durante a execução dos exercícios.